O Vestido Social Ideal para cada tipo de Corpo

Oioi gente, como estão?

Na semana passada eu disse que traria uma grande novidade para o blog essa semana. Pois bem, quem é de Toledo (PR) e região, deve com certeza conhecer a Maximus Atelier (Site: Maximus Atelier- clique aqui) / (Facebook: Maximus Atelier - clique aqui). Uma empresa conceituada na região oeste do Paraná, conhecida por suas grandes locações e vendas de vestidos de noivas, trajes sociais e tecidos finos. Então, atualmente estou trabalhando nessa empresa, dando consultoria sobre os trajes sociais ideais para cada um que busca estar elegante em um evento especifico.

E sendo assim, resolvi trazer para o blog, de vez em quando, algumas dicas sobre esse assunto, para que noivas, formandas, convidadas, mães e madrinhas estejam sempre por dentro e antenadas nas tendências da estação.

Na hora de fazer a escolha, muitos quesitos devem ser levados em consideração e o seu tipo de corpo é o que mais influencia na decisão. Por isso, confira as dicas para cada biótipo e acabe de vez com as chances de errar:

TRIANGULO INVERTIDO:


O corpo triângulo invertido é caracterizado pelos ombros e costas maiores que a cintura e o quadril. Por isso, uma das dicas é apostar em vestidos de festas que tenham alças mais largas e com decotes em V e transpassados.

Apostar em volumes e detalhes como babados, drapeados e bordados na parte de baixo, aumentam o quadril e ajudam a equilibrar o corpo. Os sapatos também devem trazer os detalhes, para chamar atenção para a parte inferior do look.

Na hora da aposta, busque vestidos tubinhos outrapézio e não opte, jamais, por decotes canoa, tomara que caia, frente única ou estruturados que tragam ombreiras ou mangas balonê, pois aumentam os ombros. 




PÊRA:


O biótipo pêra é caracterizado pelos ombros e cintura mais estreitos que os quadris e por isso, vale apostar em decotes mais ousados e profundos, pois são ótimos para valorizar a parte superior do corpo. 

Para balancear o corpo, os vestidos de festa no modelo império, frente única e tomara que caia são ideais, pois estão sempre valorizando os seios, aumentando as costas e os ombros.

Para não dar chances para o erro, evite cintos chamativos e que chamem atenção para a cintura e aposte em modelos transpassados e cores escuras na parte de baixo do corpo.




RETANGULO:

O corpo com o tipo retângulo é caracterizado por cintura, quadris e ombros praticamente iguais, com as mesmas medidas e por isso, evitar vestidos de corte reto e com modelagens amplas, são uma das principais dicas para evitar o erro, pois acentuam a falta de curvas. 

Criar volume na região do busto com detalhes e apostar em modelos transpassados é ideal para criar curvas no corpo, assim como as pregas e drapeados nas laterais. Cintos e listras horizontais também são ótimas apostas, assim como vestidos no modelo tubinho e trapézio.




AMPULHETA:



O corpo ampulheta é caracterizado por possuir o quadril e os ombros com a mesma medida e a cintura mais estreita. Por isso, apostar em decotes V e peças com modelagem ajustadas são ótimas para valorizar as formas.
Para não haver erros, aposte no comprimento acima dos joelhos, caso seja apenas uma convidada, enquanto as formandas ou madrinhas devem apostar em modelos longos que tragam fendas, alcinhas e frente única.
Cintos grandes na cintura e detalhes nos quadris e seios devem ser evitados, pois criam mais volume na região avantajada, o que vale também, para modelos amplos e decotes ousados.




OVAL:


O corpo oval é caracterizado pela cintura ser maior que os ombros e quadris. Por isso, vale a pena apostar em vestidos de festa com alças mais largas e que não sejam colados ao corpo.
Listras verticais são ótimas aliadas, pois chamam a atenção para as laterais e alongam a silhueta, assim como os tons escuros, que disfarçam a saliência na região do abdome, enquanto as estampas exageradas e cores claras são capazes de ressaltar a parte do corpo indesejada.
 Chamar atenção na parte superior do corpo, através de decotes e drapeados é uma ótima dica, enquanto os volumes em barras, por exemplo, são ideais para ressaltar a parte inferior do corpo, tirando a barriguinha de evidência. 



SEIOS GRANDES:
Os seios grandes são os principais inimigos de qualquer mulher, pois apesar de serem bonitos, sempre dão um trabalho extra na hora de encontrar o vestido de festa ideal para a ocasião, justamente por eles serem a maior região do corpo.
Assim, a melhor aposta são tons escuros e listras verticais na região dos seios. Ousar em detalhes no quadril também é outra opção, como os cintos, para deixar o corpo proporcional. Já os decotes muito ousados devem ser evitados, assim como as cores claras ou estampas exageradas, que podem deixá-la ousada.
Para não errar, aposte em vestidos de festa no modelo império, trapézio e frente única, que a ajudarão a disfarçar o volume extra nos seios e equilibrar com o restante do corpo.



SEIOS PEQUENOS:
Escolher um vestido de festa para quem tem seios pequenos, apesar de ser mais simples, não é uma tarefa tão fácil. Porém, você está liberada para usar e abusar dos babados, bordados e drapeados na região dos seios, que irão dar volume ao busto.

Acessórios como gargantilhas e colares também são ótimos para valorizar o colo, assim como o sutiã com bojo, que é o aliado número um de quem possui seiospequenos, pois dão volume ao busto.

 Para não errar no look, aposte no modelo império, frente única e em alcinhas finas na hora de escolher o seu vestido de festa. 





Por hoje é isso gente, se tiverem duvidas ou sugestões sobre o assunto, fiquem a vontade de me falar. Meu email pessoal é patrícia-calheiro@hotmail.com

Tenham uma excelente semana de carnaval. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário