Realidade distópica

Antes de tudo, entendam que isso não é um afrontamento a minha família, é apenas uma semelhança que considerei.

Sempre gostei de comparar minha realidade com as distopias, já que elas se baseiam nesse mundo que chamamos de real. Em uma das tentativas de entender, cheguei a conclusão que tenho um governo opressor na minha própria casa.
Tenho um pai e uma mãe, que não podem ser contrariados. Temos que acatar suas decisões, mesmo que elas sejam injustas.
De certa forma, sou o povo; devo me conformar e não tenho direito a negociação, minha única tarefa é obedecer a classe mais alta. Tenho que cuidar com o que digo e como ajo, já que se isso chegar aos ouvidos deles, somos sujeitos a ficar de "castigo", já que isso é julgado como rebelião, rebeldia.
Até bem puco tempo atrás poderíamos mudar o mundo. Quem roubou nossa coragem? 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário