Por que fazer teatro?


Antes de começarem a lerem o post, seria interessante vocês clicarem aqui e ouvirem a música enquanto estão lendo.

Se tem uma coisa que qualquer criança sempre quis experimentar é algo relacionado á arte. Pode ser tanto experimentar a dança como o ballet e sapateado ou simplesmente arrasar com uma guitarra e tocar com delicadeza um violino.



Sempre vemos na tv, em novelas, filmes e seriados, aqueles prodígios artísticos aonde os pais incentivaram e elas acabaram se destacando e para nós que assistimos, acaba servindo de inspiração...só que nem sempre, temos coragem o suficiente para buscar, acabamos não levando a sério por pensar ser uma vontade momentânea.

Se bem que, as vezes nem é falta de coragem para buscar a arte é só falta de informação mesmo, até ano passado, eu não sabia que haviam cursos gratuitos na minha cidade e para mim, era algo distante me matricular para aprender a tocar algo ou qualquer outra coisa.

Eu escolhi estudar teatro, e faz umas duas semanas (para mais) resolvi conversar com os meus colegas de classe e com meu professor sobre isso, com o tema: "Por que fazer teatro?". Desde  setembro do ano passado quando iniciei o curso, venho me perguntado porque ingressei e se eu tenho vontade de seguir carreira como atriz ou qualquer outra área do ramo. Acontece que eu ainda não decidi,  sabe!? Interpretar sempre foi algo incansável para mim, só coisa de cinema e me imaginar atuando nesta área chega ser maluquice.




-Formiga (Professor): -Eu sempre fui uma pessoa tímida, com medo de falar em público. Eu participava de grupos de jovens na igreja e nós desenvolvíamos peças, e a partir disto participei de um festival (com o grupo) e pessoas de fora me falaram que gostaram da minha performance. Em 1998, surgiu uma escola de teatro aqui em Toledo, na Casa da Cultura, acabei indo fazer o curso e me destacando. Depois disto, o meu interesse foi tanto que fui para Curitiba, estudar por 4 anos (Artes Cênicas) teatro. Acho que tudo que me envolvi referente a apresentar a partir do grupo de jovens, despertou meu interesse e envolvimento na arte.

Erick: - Eu faço teatro desde os meus 7 anos. Comecei porque queria ser vários tipos de pessoas, diferentes personagens. Saber expressar meus sentimentos e expressões.

Gika: - Quando eu assistia filmes e série, gostava de imaginar como os atores se preparavam e como era ser ator ou atriz. Resolvi tentar, para ver como me saia.

"Além de promover o autoconhecimento e desenvolver a autoconfiança, fazer teatro é um exercício de escuta do próximo"





Qual é, se teatro fosse realmente ruim ninguém teria trazido isso desde os mitos antigos (Egito, Grécia...) para os dias de hoje.

Gika: - Para mim a melhor parte é poder viver e ter personalidades diferentes, cada personagem tem seu próprio estilo e eu amo testar estilos novos. 

Formiga: - Eu gosto desde de viajar, conhecer pessoas e coisas novas. De não ter um rotina fixa, sempre estar inovando e renovando, buscando coisas atuais, para poder criar algo novo. Mas principalmente, de transformar as pessoas, naquele momento você tirou a pessoa que te assistiu para outro mundo. A valorização do público, não existe nada mais gratificante, ver que aquele sorriso sincero que representa o quanto gostou do seu trabalho.

Gika: - Na minha opinião, teatro envolve todas as artes juntas. Uma peça por exemplo, pode incluir canto, dança, entre várias outras coisas e eu acho isso incrível.

Se bem que nem tudo é um mar de rosas...

Clara:  Acho que a parte ruim, é o esforço piscicológico que isso vai vir a exigir depois de um tempo, apesar de ainda não ter cursado tempo suficiente para ter certeza.

Mary W.: - Eu tenho uma grande dificuldade em falar em público, então para mim isso é a pior parte.

Formiga: -  A pior parte, é a dificuldade. A questão que encontramos muitas barreiras, em encontrar patrocinadores, e valorização do artista. A pior parte é o apoio e valorização.







  



Eu não sou tão tímida, quanto devo aparentar e as pessoas sempre me vieram com perguntas do tipo: "Como você consegue falar em público?" ou "Como você não gagueja?" A questão não é que não tenho vergonha, eu na maioria das vezes finjo que estou falando com um amigo meu e em vez de encarar quem está me assistindo, fixo em algum ponto aleatório, o que ajuda na concentração. Isso em qualquer ocasião, tanto em apresentar um trabalho na frente da sala de aula inteira ou apenas dar um comunicado a um grupo grande de pessoas. 

Gika: Sempre rola aquele nervosismo e de fazer algo errado, mas quando está apresentando vem uma sensação boa, e depois se der tudo certo vem aquele alívio, o que é ótimo. E entre estar nos bastidores e apresentar, prefiro apresentar. Em um você auxilia acontecer, e no outro você faz acontecer.

Formiga: Entre assistir e apresentar lógico que eu prefiro apresentar, porque quando vejo um espetáculo e eu estou no público, me dá um vontade imensa de subir no palco e apresentar também. 

Acho que com todos esses depoimentos, imaginamos que teatro não sofre nenhum tipo de preconceito, mas infelizmente essa arte (assim como outras) sofrem.

Erick: Só pelo fato de estudar teatro, homens são julgados como gays. 

Clara: Teatro é um profissão como qualquer outra. Mas a sociedade impõem que quem pratica, não tem futuro. 


Eita Erick, tremeu!



(Pessoal que era do meu grupo, sinto muito mas deu um probleminha com as fotos e não consegui baixar a de vocês). 

Mas então, por que fazer teatro? Acho que se fosse por mim, teatro seria uma matéria a mais na escola. Teatro ajuda em interpretação, concentração entre muitas outras coisas. Nos faz usar a imaginação e criar coisas novas. faz trabalhar em grupo e descobrir quem você é, seus talentos que você nem sabia que tinha. Teatro é algo incrível, que todos deveriam participar de alguma forma. É uma profissão, ainda existe preconceito, mas as vezes é melhor deixar as críticas ruins de lado e aproveitar o lado mágico da coisa.

Espero que tenham gostado, e principalmente vocês galera do teatro, sei que demorei para postar e que pelo tempo deveria estar um post bem mais legal, mas como vocês sabem aconteceram vários imprevistos  e etc. mas me digam o que acharam ok? 

Se quiserem mais posts como esse, me digam. Um grande beijo, e até a próxima! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário