Séries que quase ninguém conhece


Olá galera, como estão? Espero que bem!
Como fiquei sabendo que vocês adoram, aqui está mais um post sobre séries... Não é necessariamente séries que ninguém assiste e que só a diferentona aqui assiste, ta mais para séries que eu não vejo quase nenhum dos meus amigos comentando.

Vamos começar?



The Royals ou A Realeza. Estreio ano passado se não me engano e é uma série fantástica, e olha que só assisti a primeira temporada até o momento e GENTE ela acabou de uma forma, mas de uma forma tão UAL que eu não sei explicar, me surpreendeu até o último fio de cabelo e é impressionante o extremo que o ser humano pode chegar por poder ou vingança. Quando assisti a primeira temporada a segunda ainda não tinha lançado. Essa série tem uma pegada de Gossip Girl, mas sem a parte da garota do blog e a elite do Uper East Side é a família real da Inglaterra.

Uma família da realeza britânica vivendo na Londres moderna. A série foca no estilo de vida extravagante, tradições e relações públicas.

 
 
The Diares de Carrie ou O Diário de Carrie. Série primeiramente baseada em livros e também na vida da protagonista  de Sex and the City, na adolescência. A série se passa nos anos 80 e acreditem, a produção fez um ótimo trabalho na escolha das roupas de Carrie, porque são definitivamente incríveis. Mostra toda essa transição da adolescência para a fase madura, amor, escolhas que definem o futuro e o que realmente se quer para a vida. É definitivamente minha série mais amorzinho. Dizem que a série não conseguiu abordar tudo de espetacular que tem nos livros, mas se eu já gostei da série imagina o quanto adoraria ler os livros? Infelizmente a série foi cancelada no fim da segunda temporada, mas mesmo assim vale muito a pena assistir, pelo menos na minha opinião.

Estamos em 1984, uma época nada fácil para a adolescente Carrie Bradshaw, de 16 anos. Desde a morte da mãe, sua irmã mais nova, Dorritt, está mais rebelde do que nunca, ao mesmo tempo em que o pai, Tom, está assustado com a responsabilidade de cuidar de duas garotas sem nenhuma ajuda.Os amigos de Carrie – o geek Mouse, a nervosa Maggie e o sensível Walt – deixam sua vida mais tolerável, mas a rotina suburbana de Connecticut não a ajuda a superar os problemas. Até mesmo a chegada de um novo estudante de intercâmbio, chamado Sebastian, não a ajuda a seguir adiante.Portanto, quando Tom oferece a Carrie a chance de estágio em uma firma de advocacia em Manhattan, ela mergulha de cabeça na nova vida. Os olhos estão vidrados no glamour e na agitação de Nova York, o que a leva a conhecer Larissa, a editora da revista Interview.Mesmo com um lugar em seu coração para amigos e parentes, Carrie acaba de se apaixonar pelo lugar mais importante de sua vida: a ilha de Manhattan.

 
The 100 ou Os 100. Essa não me lembro se assisti só a primeira ou a segunda temporada também, no momento foi lançada até a terceira. Eu meio que só assisto a primeira temporada, porque realmente não tenho tempo de por em dia, é bem complicado. Série também baseada em livros.

Depois de uma guerra os seres humanos foram viver em naves no espaço, como única forma de sobrevivência. Só que um tempo depois, os recursos dessas naves começaram a se esgotar, desta forma eles enviaram 100 jovens (descartáveis) para a Terra em uma tentativa de saber se eles poderiam voltar. O que eles não esperavam era que, além de sim, eles poderiam voltar pra Terra, era que eles não eram os últimos sobreviventes e que os animais podemos dizer que, evoluíram.

E PENSEM numa série fodasticamente foda. Vocês leem pensando que é só uma história como o filme Depois da Terra, mas os sobreviventes que ficaram na Terra são tenebrosos, e acontecem umas coisas que só por Deus mesmo.

Quando uma guerra nuclear destruiu a civilização e o planeta Terra, os únicos sobreviventes foram 400 pessoas que estavam em 12 estações espaciais em órbita. 97 anos e três gerações depois, a população já contava com 4 mil pessoas, mas os recursos já vão escassos. Para garantir o futuro, um grupo de cem jovens é enviado à superfície da Terra para descobrir se ela está habitável. Com a sobrevivência da raça humana em suas mãos, estes jovens precisam superar suas diferenças e unir forças para cruzar juntos o seu caminho.

 Heroes. Também assisti somente a primeira temporada e gente é muito bom. Ela tinha sido cancelada lá por 2010 para aparentemente voltou com uma nova atmosfera em Heroes Reborn. Tem essa pegada de pessoas que acabam descobrindo que poderes paranormais e digamos que há agencias atrás deles e é muito foda. Apenas.
Heroes conta a história de um grupo de pessoas comuns de diferentes partes do mundo que começam a descobrir habilidades extraordinárias. A série foi criada por Tim Kring, mesmo criador de Crossing Jordan, e estreou em setembro nos EUA, quando foi assistida por cerca de 15 milhões de telespectadores no canal NBC. Enquanto um eclipse total acontece, um professor de genética é guiado pelo desaparecimento do pai a descobrir uma teoria secreta de que existem pessoas com poderes extraordinários vivendo entre nós. No Japão, um simples funcionário de escritório é capaz de parar o tempo. Em Los Angeles, um policial decepcionado com a vida começa a escutar o pensamento das outras pessoas. Um jovem sonhador tenta convencer seu irmão de que ele pode voar. Uma líder de torcida descobre ser indestrutível. Uma stripper de Las Vegas percebe que sua imagem no espelho tem um segredo. Um talentoso artista pode pintar o futuro. O que eles não sabem é que estão um passo à frente na evolução da humanidade e que seus destinos já foram traçados. Os mistérios e segredos destes verdadeiros heróis são desvendados a cada episódio.



Fear The Walking Dead. Como eu disse antes, talvez não seja séries que ninguém conheça e sim que não vejo quase ninguém comentando. Eu particularmente gostei mais do Fear do que do próprio TWD.

Como era o mundo antes do início da epidemia de The Walking Dead? Ambientada em Los Angeles, Fear The Walking Dead narra o início da contaminação, através dos olhos de uma família tentando sobreviver. Madison (Kim Dickens) precisa cuidar dos filhos, o viciado Nick (Frank Dillane) e a adolescente Alicia (Alycia Debnam-Carey), enquanto seu marido, Travis (Cliff Curtis) vai atrás do filho, Chris (Lorenzo James Henrie), e da ex-esposa Liza (Elizabeth Rodriguez).

Bom galera, espero que tenham gostado... realmente não me lembrei de muitas séries, eu tenho mania de iniciar muitas séries e as vezes não terminar de assistir, esse post me inspirou a me organizar e tudo mais, recomendo para vocês o aplicativo TV Show Time, ele é muito bom para esse tipo de coisa.

Me digam o que acharam, se existem mais séries legais para se assistir que talvez não sejam tão famosas e tudo mais. Um grande beijo e até a próxima!

Imagens: Via Google
Sinopses: Adoro Cinema.
Twitter: @MaryaneSilverio
Instagram: srtasilverio
Snapchat: marysilverio82 

6 comentários:

  1. A única que assisti foi The Carrie Diaries <3
    Quero assistir todas haha mas o tempo não colabora..

    Beijos ^-^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, mas você vai adorar!
      Beijos!

      Excluir
    2. The Carrie Diares é super legal <3 Pena que foi cancelada.

      Excluir
    3. Verdade, mas por ser um Spin Off de Sex and City eles não podiam fazer muitas temporadas e tals

      Excluir