Coração Confuso

Lembro de quando hoje cedo me abraçou, me apertou e prolongou o abraço. Foi perfeito desgrudar de seus braços e me encontrar com seus olhos tão de perto e por uma fração de segundos imaginei seus lábios nos meus. Nossa respiração estava  próxima e o tempo em câmera lenta, será que também sentiu aquilo acontecendo?

Depois que finalmente me notou, os últimos dias vem tentando conversar e se aproximar, foi um erro permitir meu coração te aceitar. Agora que sabe onde me escondo: atrás de prateleiras de livros e entre cadernos, faz questão de me esperar. Não vejo mais aquela garota por perto; aquela que vocês namoraram e mesmo rolando boatos do término, vemos os dois juntos. Quando me olha nos olhos e sorri da forma que me derreto, tenho certeza que está fazendo de propósito! Até ai tudo bem, mas como ignoro as cargas de energia que sinto ao nos tocarmos? E como tenho dificuldade de me concentrar com seu perfume no ar... Tenho medo. Medo de 'deixar acontecer' e me arrepender; você é bom de mais para mim.

Não faz isso comigo, não posso gostar de você, não posso me entregar aos seus encantos. Até nos meus sonhos resolve aparecer. Sinto vontade de te agarrar em qualquer lugar; estou cada vez mais  apaixonada por ti. Esse seu cabelo bagunçado me dá vontade de enfiar meus dedos entre eles e puxar, sentir seus lábios nos meus... O que está havendo comigo? Me pego te imaginando em inúmeras fantasias! Por que eu? Quando poderia ter quem quiser com todo esse charme. 

-Melissa Moreira

2 comentários:

  1. Que lindoooooo! Parabéns pelo "poema" se assim posso chama-lo. Adorei! faz mais destes! *-* rs Beijos. ♥
    floordemandacaru.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooooo! Parabéns pelo "poema" se assim posso chama-lo. Adorei! faz mais destes! *-* rs Beijos. ♥
    floordemandacaru.blogspot.com.br

    ResponderExcluir